Calina

Artigos

Black Weekend e Cyber Monday: continue faturando

aprox. 9 min / Marketing Vendas Black Friday

Resultado de imagem para black weekend

 

Como andam os preparativos para a Black Friday deste ano? Se você acompanha o nosso blog, já deve estar pensando sobre isso! Por aqui, já falamos sobre as expectativas para 2017como preparar seu negócio e o que cuidar no operacional durante a data.

Você precisa se preparar para nada dar errado, porque quando chega a semana da Black Friday, é aquela correria! Clientes aparecem o tempo inteiro, cheios de dúvidas para fechar as compras. Você precisa se desdobrar para atender bem todos eles e garantir todas as vendas.

No fim, você só pensa: “Ufa! Acabou a Black Friday, agora podemos descansar…”.

Mas não é bem assim! Por mais que a semana e o dia da Black Friday tenham sido um sucesso de vendas, você ainda pode colher muito mais resultados na sequência da data.

Então, neste post, você vai ver que a Black Friday não acaba na sexta-feira! Saiba agora como aproveitar também a Black Weekend e a Cyber Monday, duas oportunidades de acabar com o estoque que ainda restou.

O que é a Black Weekend?

No Brasil, a Black Friday ganhou uma extensão: a Black Weekend. Trata-se da continuação dos descontos da sexta-feira durante o fim de semana seguinte — uma forma de conquistar aqueles clientes que não tiveram tempo e liquidar de vez os estoques.

O que é a Cyber Monday?

Na segunda-feira posterior à Black Friday, os descontos continuam! Mas, dessa vez, o foco são as lojas virtuais. Assim, os clientes que não aproveitaram a Black Week, a Black Friday e a Black Weekend têm a sua última chance na Cyber Monday.

Essa data comercial foi criada pelos lojistas dos Estados Unidos quando perceberam que muitos consumidores costumavam passear pelos shoppings durante o feriado de Ação de Graças e, ao voltar para o trabalho na segunda-feira, compravam os produtos que tinham visto nas lojas. Então, ao observar esse hábito, eles criaram a data para incentivar a compra online.

O Brasil não tem nada a ver com isso, pois sequer celebra o dia de Ação de Graças. Mas é claro que as lojas virtuais brasileiras também aproveitam a Cyber Monday para vender os produtos que não saíram na semana anterior.

Como aproveitar a Black Weekend e a Cyber Monday?

Aproveitar as datas próximas à Black Friday — antes e depois — é uma forma que os lojistas encontraram de se destacar diante do turbilhão de ofertas que os consumidores recebem na sexta-feira e de queimar de vez os estoques.

Por isso, a Black Weekend e a Cyber Monday são boas oportunidades de aparecer para aquele consumidor que ficou muito atarefado no dia da Black Friday e não conseguiu comprar, ou que recebeu tantos e-mails de ofertas que nem viu o seu, ou que simplesmente prefere pesquisar produtos e preços com mais calma.

Segundo a pesquisa do Google sobre a Black Friday 2016, 21% das compras aconteceram fora da sexta, sendo que 5% foram no sábado, domingo e segunda após a data.

O percentual de vendas é menor que na semana anterior e no dia da Black Friday, pois a expectativa está toda sobre a data, e ninguém quer deixar para comprar depois um produto que pode acabar. Ainda assim, você vai perder a chance de vender um pouco mais neste fim de ano?

Além disso, dados da Ebit mostram que a Cyber Monday, realizada pela primeira vez no Brasil em 2015, está aumentando sua relevância. Na primeira edição, a data gerou um faturamento de R$ 294 milhões, número que quase dobrou em 2016, chegando a R$ 571 milhões. O ticket médio, no último ano, foi de R$ 676, que superou até os R$ 653 da Black Friday.

Veja agora algumas dicas para aproveitar a Black Weekend e a Cyber Monday:

Revise os estoques

Depois do fim da Black Friday, é hora de revisar os estoques. O que teve pouca saída pode ganhar um desconto maior dessa vez, para conquistar os indecisos. Além disso, você precisa garantir que as ofertas da Black Weekend e da Cyber Monday estejam disponíveis.

Invista em remarketing

Durante a Black Friday, os consumidores costumam visitar várias páginas de produtos e incluir vários no carrinho — mas só finalizam algumas compras. Então, com remarketing, você pode impactá-los novamente para que comprem os produtos em que tiveram interesse.

Utilize a segmentação do e-mail marketing

Por e-mail marketing, você também pode impactar novamente os consumidores. Uma boa ideia é segmentar o envio para aquelas pessoas que receberam o seu e-mail na Black Friday, mas não abriram, possivelmente porque receberam muitas outras mensagens no dia.

Oferte produtos de maior valor

Muitos consumidores precisam de mais tempo para pensar numa compra de maior valor, o que não é possível na correria da Black Friday. Então, nos dias seguintes, você pode focar em ofertas para os produtos mais caros, que não tiveram saída na sexta-feira.

Além dessas dicas, continua valendo tudo o que nós indicamos para a Black Friday nos posts anteriores, como caprichar no atendimento, garantir as entregas e usar a criatividade no marketing digital.

Com este post, encerramos a nossa série. Para maiores direcionamentos sobre a Black Friday, entre em contato conosco!

 


Sobre o autor

Daniel Palis Daniel Palis

Possui formação em Ciência da Computação pela USP, Publicidade & Propaganda pela UFG, além de um MBA em Marketing Digital (ESPM/SP). Trabalhou por mais de 3 anos na SKY, empresa de TV por assinatura, fazendo parte da equipe de Marketing.


Artigos Relacionados
× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!