Calina

Artigos

Conheça o que é marketing visual!

aprox. 10 min / Marketing

fotografia de um quadro com vários posteres representando o marketing visual

O marketing da empresa pode fazer tudo corretamente ao criar o nome da marca, escolher um público-alvo, desenvolver os produtos, definir os preços e os canais de distribuição. Porém, se não pensar no marketing visual, tudo pode ir por água abaixo...

Para muitas pessoas, escolher uma ou outra cor para um título, passar horas tratando uma fotografia ou discutir sobre qual a melhor posição de um botão são detalhes supérfluos no marketing. Porém, essas decisões são determinantes para criar uma conexão com o público, transmitir a ideia que a marca deseja e, assim, alcançar os seus objetivos. Por isso, o marketing visual deve entrar no planejamento das marcas.

A seguir, você vai entender melhor o que é marketing visual e a sua importância, além de exemplos de marcas que estão usando muito bem essa estratégia.

O que é marketing visual?

fotografia de um computador criando estratégias de marketing visualO Marketing Digital é uma excelente estratégia para atingir e impactar o público. 

Marketing visual é a forma como uma marca utiliza os elementos visuais para se comunicar com o público e atingir seus objetivos de marketing.

Entre esses elementos, estão as imagens, fotos, ilustrações, cores, formas, ícones e símbolos, bem como a sua organização em diferentes tamanhos, posições e distâncias. Não pense que o texto fica de fora: a tipografia, o espaçamento e os destaques em negrito, por exemplo, também compõem o visual.

Eles podem ser usados nas mais diversas formas de comunicação com o público, tanto online quanto offline: o próprio logo da marca, anúncios de publicidade, posts nas redes sociais, sites, landing pages, vitrines e brindes, por exemplo.

Todos esses elementos e peças de comunicação influenciam na maneira como o público percebe uma marca. Portanto, marketing visual é também parte essencial do branding, como uma das principais formas de transmitir e consolidar a imagem e o posicionamento da marca no mercado.

Se você quiser transmitir confiança, por exemplo, não pode criar um site todo bagunçado, cheio de cores extravagantes e elementos desalinhados. Essa falta de organização transmite uma imagem contrária ao que você quer passar, certo? Mas se a sua marca se comunica com um público adolescente e descontraído, por exemplo, as cores exageradas e um certo nível de desordem visual podem fazer sentido.

Perceba, portanto, que o marketing visual deve mirar no seu segmento de público — assim como qualquer outra estratégia de marketing.

Qual a importância do marketing visual na era digital?

fotografia de uma tela de computador onde esta em construção uma campanha de marketing visual As peças pensadas para o marketing visual despertam maior atenção entre os consumidores.

Quando falamos em era digital, estamos nos referindo a uma época de aceleração da vida cotidiana e de explosão da quantidade de informação no dia a dia. É o cenário que vivemos hoje, em que absorver informações relevantes se torna cada vez mais desafiador.

No mundo do consumo, o desafio das marcas é captar a atenção desse consumidor sem tempo e com tanta informação para receber, de maneira que ele consiga absorver as mensagens que elas desejam passar.

Nesse cenário, o marketing visual pode cumprir o papel de transmitir informações mais rapidamente aos consumidores. O cérebro humano pode identificar imagens em até 13 milissegundos, enquanto os textos exigem um tempo maior de processamento. Se as pessoas não têm tempo a perder, o conteúdo visual pode ajudá-las a absorver informações.

Não é por acaso que o marketing digital está se voltando para os formatos visuais. Não estamos dizendo que o texto perdeu a sua importância, ok? Mas basta abrir sites e redes sociais para perceber que vídeos, fotos, memes e infográficos, por exemplo, tendem a ganhar muito mais atenção e compartilhamentos.

Exemplos de marcas que sabem usar o marketing visual

Veja, por exemplo, o caso do Nubank. A marca tem a proposta de ser um banco digital mais simples e descontraído. A escolha do roxo para a sua identidade visual já diz muito sobre isso. Então, a marca reforça essa cor em toda a sua comunicação visual.

No Instagram, ela está presente em todos os posts, mesmo que seja em um detalhe. No site, percebe-se também uma preocupação com a simplicidade para transmitir as informações, sem muito texto e com grandes imagens — além da presença do roxo em todas as telas.

 fotografia do marketing visual do feed do instagram da empresa Nubank

 

Outro exemplo interessante é a forma como a Leroy Merlin utiliza o marketing visual na sua estratégia de marketing de conteúdo. O canal no YouTube e os vídeos nas redes sociais estão entre as suas principais formas de comunicação com o público e trazem muitos conteúdos de dicas e inspirações para montar e decorar a casa.

fotografia do marketing visual dos vídeos de youtube da leroy merlin

A série de vídeos DIY, por exemplo, é uma das mais populares, com dicas de “faça você mesmo”: como renovar rejuntes, como instalar persiana horizontal, como aplicar papel de parede, entre outras dicas valiosas. E você já sabe que vídeos são poderosos para atrair o engajamento do público, certo?

Portanto, o marketing visual não pode ficar de fora do seu planejamento. Desde a criação da marca até o desenvolvimento das peças de comunicação, é preciso pensar em como transmitir a sua essência por meio das cores, imagens, formas, tipografias e sua disposição visual. Tudo isso faz diferença na forma como o consumidor se relaciona com a sua marca e na hora da tomada de decisão.

Agora, leia também sobre como oferecer uma boa experiência de compra no e-commerce — o que tem tudo a ver com a organização visual do site.


Sobre o autor

João Paulo Lobo João Paulo Lobo

Possui formação em Engenharia Química pela UFSCar. Estagiou na área de Supply & Chain da Citrosuco e segmento de Produtos no Itaú Personnalité. Atualmente, Coordenador de Mídias a 1 ano, e 2 anos na Calina.


Artigos Relacionados
× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!