Blog

Gestão de metas: como fazer o planejamento para o próximo ano

Metas

Calendário

Talvez você ainda não tenha percebido, mas o final do ano já está aí. Esse é o momento de fazer um balanço sobre os resultados das estratégias dos últimos meses, mas também de olhar para o futuro que se aproxima. Então, é hora de começar a pensar no planejamento de gestão de metas para o próximo ano.

Aonde a sua empresa deseja chegar no próximo ano? Quanto quer crescer em relação ao ano que passou? Quanto precisa faturar para isso? Quanto funcionários precisa ter? Essas definições são essenciais no planejamento, pois elas mostram o horizonte em que a empresa deve mirar nos próximos meses. A partir delas, é possível definir o caminho ― ou seja, as estratégias de negócio ― para alcançá-lo.

Agora, vamos ver algumas dicas de como fazer o planejamento da gestão de metas para o próximo ano. Confira!

Como planejar a gestão de metas

Estabeleça metas específicas e quantificáveis

Planejar é necessário. Sua empresa até pode crescer sem planejamento, mas isso pode trazer uma queda na qualidade dos processos e falhas constantes, que você sequer consegue monitorar. Em algum momento, isso pode se transformar em uma crise mais grave.

Então, para crescer com consistência, é necessário estabelecer os objetivos e metas do seu negócio, que colocam todos os colaboradores e departamentos em uma direção comum. No entanto, é importante ter sempre em mente a diferença entre objetivo e meta.

Os objetivos descrevem o futuro que a empresa deseja alcançar. Porém, eles mostram isso de maneira mais ampla, sem entrar em detalhes. Já as metas, desmembram o objetivo em ações específicas, com prazo e quantidade definidos. Quando as metas são atingidas, o objetivo é alcançado.

Por exemplo: a sua empresa pode ter o objetivo de aumentar o faturamento no próximo ano. Então, você pode definir algumas metas assim:

  • Aumentar o ticket médio em 20% a cada trimestre;
  • Aumentar a taxa de recompra em 30% nos próximos seis meses;
  • E dobrar o faturamento até o final do ano.

Concilie as metas do próximo ano com o planejamento de longo prazo

Você já tem um planejamento estratégico? Essa é uma ação essencial para definir o que você deseja para os próximos 5 ou 10 anos. Essa definição de longo prazo envolve a definição da sua missão, visão e valores, além dos objetivos estratégicos que vão nortear o negócio nesse período.

Para alcançar o que foi definido no planejamento estratégico, então, a gestão de metas para o próximo ano precisa se alinhar aos grandes objetivos da organização. São essas metas de médio e curto prazo que colocam a empresa no rumo certo para atingir os objetivos estratégicos.

Digamos, por exemplo, que a sua empresa almeja chegar à liderança do mercado no longo prazo. Para o próximo ano, então, você pode definir a meta de aumentar o market share em 10%. Talvez, com esse aumento, o negócio ainda não se torne líder, porém, estará no caminho para isso.

Crie planos de ação para ciclos menores dentro do ano

Pessoa utilizando Ipad com gráficos
A
gestão de metas auxilia no crescimento de muitos setores de uma empresa, por é tão importante fazer o planejamento correto todo ano.

Assim como o planejamento estratégico é desmembrado em ações de médio e curto prazo, as metas do ano também devem ser fragmentadas em ciclos menores. Assim, os objetivos não ficam tão distantes, pois a empresa consegue:

  • Conferir se o desempenho está de acordo com a expectativa;
  • Realizar ajustes no caminho até o alcance das metas finais;
  • Focar nas atividades do dia a dia que contribuem para realização das metas.

Portanto, a gestão de metas pode definir planos de ação mais curtos para acompanhar o desempenho. Eles podem ser mensais, bimestrais, trimestrais ou semestrais. Para cada ciclo, estabeleça metas intermediárias, que podem ser direcionadas para o negócio em geral, para cada departamento e até para cada colaborador. Elas serão responsáveis por guiar a empresa para o alcance das metas do ano.

Ao criar os planos de ação, defina os orçamentos, prazos e responsáveis pelo alcance das metas, além dos indicadores que você vai acompanhar. Eles vão indicar se as metas estão sendo atingidas ou se você precisa fazer ajustes nos processos.

Integre a equipe na gestão de metas

A gestão de metas precisa envolver os principais responsáveis por alcançá-las: os colaboradores. Eles estão mais conectados com a realidade do negócio e podem contribuir para a definição de metas plausíveis e alcançáveis, que geram mais motivação para o trabalho. Caso contrário, se elas não forem realistas, eles podem se frustrar.

Além disso, as metas escolhidas devem ser compartilhadas entre todos os colaboradores e departamentos da organização. Assim, todos sabem para onde devem mirar e percebem como o seu trabalho vai contribuir para o sucesso da empresa.

Agora, aproveite os últimos dias do ano para planejar a sua gestão de metas. Não deixe para a última hora, pois essa é uma época bastante movimentada ― afinal, todos querem deixar as tarefas em dia para virar o ano com tranquilidade. Então, faça isso também: deixe a sua empresa preparada para começar o próximo ano com o pé direito, focada nas metas e organizada para superá-las!

Leia também o nosso artigo sobre indicadores KPI e entenda como eles são importantes para monitorar as metas ao longo do ano.


Artigos Relacionados

Sobre o autor

Daniel Palis Daniel Palis

Possui formação em Ciência da Computação pela USP, Publicidade & Propaganda pela UFG, além de um MBA em Marketing Digital (ESPM/SP). Trabalhou por mais de 3 anos na SKY, empresa de TV por assinatura, fazendo parte da equipe de Marketing.


× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!

Fale Conosco