Artigos

Nossos conteúdos

Que tal aprender mais sobre como o Marketing Digital consegue ajudar a sanar as dores do seu negócio?

Qual a influência da tecnologia no consumo?

aprox. 11 min / Tecnologia

Pessoa fazendo uma compra online com seu cartão de crédito

Você já deve ter percebido a influência da tecnologia no seu dia a dia nos últimos anos, não é? Você não precisa mais ir ao shopping para comprar uma roupa. Para se deslocar pela cidade, um aplicativo dá todas as orientações. Se quer falar com amigos do outro lado do mundo, aciona o WhatsApp. Está com uma dúvida? Dá um Google!

Para as mais diversas atividades, há sempre um aplicativo, um software ou um site que resolve as nossas necessidades. Mas você já parou para pensar como tudo isso mudou o cenário do consumo no mundo inteiro?

Se os consumidores estão mudando seus comportamentos, as marcas se movimentam para acompanhar as tendências. Passam a se comunicar pela internet com o marketing digital, oferecem opções de compra no e-commerce e, assim, adaptam-se a um mundo cada vez mais digital.

A influência da tecnologia é uma questão central no mundo desde as últimas décadas do século 20. E agora que estamos na primeira metade do século 21, como será que a tecnologia está impactando o consumo, transformando hábitos e mudando os negócios?

A seguir, vamos entender melhor como tudo isso está acontecendo e como a sua empresa pode acompanhar as tendências da tecnologia. Siga conosco:

A influência da tecnologia no comportamento do consumidor

A influência da tecnologia permitiu que aos consumidores a possibilidade de avaliar e escolher produtos sem sair de casa.

Quando falamos em tecnologia, pensamos logo na internet e nos produtos mais avançados que temos hoje. Porém, ela sempre esteve presente no mundo do consumo. O rádio e a TV, por exemplo, foram tecnologias inovadoras à sua época e influenciaram fortemente os hábitos de consumo em massa.

Com o surgimento da internet, porém, a tecnologia assumiu um papel central na vida das pessoas — e, consequentemente, nos seus hábitos de consumo. Quando os smartphones se popularizaram, aí a tecnologia entrou de vez nas nossas vidas.

Hoje o Google responde qualquer dúvida, as lojas virtuais oferecem todos os produtos possíveis, sites e blogs têm todos os conteúdos que você precisa e os apps resolvem qualquer necessidade.

Do início ao fim das jornadas de compra, o consumidor tem tudo o que precisa para tirar as suas dúvidas, comparar preços, ler opiniões de outros clientes, entrar em contato com as marcas e fazer suas compras.

E tudo isso acontece sem que ele precise botar os pés para fora de casa. Mas, se quiser visitar a loja e experimentar produtos no mundo offline, as marcas também estão se adaptando para permitir que isso aconteça da melhor forma, para oferecer a melhor experiência de compra.

As mudanças que a tecnologia traz para as empresas

Homem usando a tecnologia a seu favor

Se a tecnologia, a sociedade e o comportamento do consumidor mudam, as empresas também precisam mudar. É nisso que acredita o autor que é considerado o pai do marketing, Philip Kotler.

Ele criou os conceitos de Marketing 1.0, 2.0, 3.0 e 4.0. Segundo Kotler, eles representam as fases pelas quais o marketing passou ao longo das últimas décadas, em adaptação à influência da tecnologia e às mudanças de comportamento social e cultural.

Enquanto o Marketing 1.0 era focado no produto e na comunicação de massa (TV, rádio, jornal, revistas etc.), o Marketing 2.0 mudou o foco para o consumidor, com a possibilidade de segmentação do público-alvo em veículos mais focados.

Mas é no Marketing 3.0 que a internet aparece com força. Nessa fase, o consumidor adota a internet como seu principal meio de interação com o mundo — inclusive com as empresas. 

Só que a internet também mudou as relações de consumo: se antes os consumidores eram apenas um alvo das empresas, agora eles assumem voz nessa relação e invertem a hierarquia, com uma grande exigência por qualidade, disponibilidade, agilidade e transparência das marcas

Então, elas precisaram aprender a ouvir o consumidor, criar um relacionamento com ele e se alinhar às suas demandas para construir marcas relevantes.

Mas hoje já estamos no Marketing 4.0. Nessa fase, a tecnologia já trouxe mudanças drásticas nos padrões sociais e nas estruturas de poder. Não se pode mais pensar em um mundo que não seja digital. Por isso, as empresas precisam colocar a tecnologia em um papel central nas suas operações, não apenas como mídia ou comunicação.

É isso que deve ser entendido quando se fala em transformação digital. Empresas em transformação digital não estão apenas aderindo ao marketing digital ou usando softwares na nuvem, por exemplo. 

Elas estão colocando a tecnologia no centro da organização, como forma de tornar os processos mais ágeis, inteligentes, produtivos e competitivos para o mercado atual.

O que fazer para adaptar sua empresa à influência da tecnologia?

As organizações devem se atualizar constantemente para acompanhar a influência da tecnologia no comportamento de consumo.

Embora estejamos na era do Marketing 4.0, muitas empresas ainda estão vivenciando as fases anteriores do marketing. Por isso, uma das formas de se adaptar à influência da tecnologia no consumo é atualizar as suas práticas de marketing e comunicação com o consumidor.

Isso significa não apenas criar perfis nas redes sociais, por exemplo, mas pensar em toda a experiência de compra em um mundo digital, do início ao fim da jornada, com foco no relacionamento com o consumidor como chave para as vendas e a fidelização.

Além disso, olhe também para dentro da sua empresa. Como a tecnologia pode tornar seus processos mais inteligentes e fazer seu negócio ser mais competitivo no mercado atual? Pense em novas metodologias, novos modelos de negócio, uma nova infraestrutura de TI, uma nova cultura organizacional.

Toda essa transformação, dentro e fora do seu negócio, exige mudanças de comportamento e mentalidade, que podem estar arraigadas há anos dentro da empresa. Mas é necessário se adaptar à influência da tecnologia para continuar a ter resultados no mercado atual.

E você, o que pensa sobre a influência da tecnologia no consumo e a atuação da sua empresa nesse cenário? Deixe seu comentário aqui embaixo!


Sobre o autor

Rafaela Maia Freitas Rafaela Maia Freitas

Possui formação em Pedagogia pela UFSCar e cursa o último ano de Administração pela Unicep. Trabalhou por um ano na Tecumseh de Brasil na área de e-commerce.


Artigos Relacionados
× Se interessou pelo conteúdo? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar seu negócio
Fale conosco