Artigos

Nossos conteúdos

Que tal aprender mais sobre como o Marketing Digital consegue ajudar a sanar as dores do seu negócio?

Marketing de performance: como conseguir melhores resultados

aprox. 19 min / marketing digital marketing de performance

Marketing de performance são estratégias focadas em resultados. Ok, muitas empresas dizem que são orientadas para os resultados, mas o que isso realmente significa?

No marketing de performance, resultados não são apenas uma ideia vaga sobre algum retorno que a empresa teve. Aqui, performance tem tudo a ver com dados: são eles que mostram o impacto que as estratégias geraram e se os investimentos contribuíram para a empresa atingir seus objetivos.

Neste artigo, você vai entender melhor o que é o marketing de performance, a sua importância e como usar no seu negócio para ter mais resultados. Siga conosco!

O que é marketing de performance?

Marketing de performance são as estratégias de marketing fundamentadas na análise de dados. Eles são usados para avaliar todas as ações de marketing e orientar as decisões de planejamento e otimização das estratégias.

Análise de dados está na base do marketing de performance (Fonte: Unsplash)

O marketing de performance ganhou força com a internet. Antes, era difícil saber quantas pessoas realmente tinham ouvido seu anúncio no rádio ou ido até a sua loja depois de ver um anúncio na revista.

Já nos canais de marketing digital, é possível mensurar todas as ações, saber quantas pessoas viram ou clicaram, quantas vendas aconteceram e qual receita os investimentos geraram. Foi essa capacidade de monitorar todas as métricas na internet que possibilitou o conceito de marketing de performance.

Diferentemente das mídias orgânicas, como posts em blogs e redes sociais, as mídias de performance, como links patrocinados ou mídia display, geralmente são pagas. Nessas mídias, as empresas podem segmentar as campanhas e medir seu desempenho com indicadores de cliques, impressões, vendas, custos e retorno sobre o investimento.

E é também com base nos dados que funciona o modelo de cobrança das mídias de performance, que geralmente é baseado no custo por clique ou por conversão. Ou seja, os anunciantes só pagam pela veiculação quando os anúncios geram a ação que eles desejam.

Quais são os benefícios do marketing de performance?

Mas, afinal, por que o marketing de performance vale a pena? Vamos mostrar agora quais são os benefícios de trabalhar com um marketing data driven e com mídias em que você só paga se tiver resultados. Confira:

Poder de mensuração dos resultados

Um dos principais benefícios do marketing de performance é o poder de mensuração dos resultados. Você pode saber exatamente o retorno que as estratégias geraram, com o acompanhamento de métricas e indicadores de performance, que mostram os resultados reais e palpáveis das estratégias.

A mensuração também permite acompanhar o retorno em tempo real e fazer ajustes rápidos de otimização para ter resultados ainda melhores. Com base nos dados de desempenho, também é possível embasar o planejamento das próximas estratégias, o que traz mais mais precisão e menos riscos para o marketing.

Resultados no curto prazo

As mídias de performance já podem começar a gerar resultados no momento em que os anúncios são veiculados ou otimizados. É diferente de um blog, por exemplo, que precisa de tempo para construir autoridade e ganhar relevância no Google para atrair audiência.

Poder de segmentação

As mídias de performance também oferecem opções avançadas de segmentação do público-alvo das campanhas. Assim, você pode direcionar anúncios exatamente para quem tem interesse nos seus conteúdos e tem mais chances de converter naquele momento. Isso torna os investimentos muito mais eficientes.

Por outro lado, em anúncios de TV ou posts orgânicos de redes sociais, você cria conteúdos para uma audiência ampla, que pode não estar interessada no que a sua marca tem a dizer.

Controle sobre os investimentos

No marketing de performance, o anunciante paga apenas de acordo com o desempenho do anúncio em cliques e conversões. Esse modelo é bem diferente das mídias tradicionais, em que você paga antecipadamente para alcançar uma audiência estimada.

Além disso, é possível controlar os gastos nas plataformas de publicidade online, investir quanto quiser, pausar as campanhas ou aumentar os investimentos. Portanto, o anunciante tem autonomia.

Quais são as principais mídias do marketing de performance?

Google e Facebook são os gigantes que têm as maiores plataformas de publicidade da internet. No Google Ads e no Facebook Ads, é possível criar anúncios para diversas mídias online e alcançar grande parte dos usuários de internet.

Mas essas não são as únicas plataformas, é claro. É possível também criar campanhas em outras redes sociais (LinkedIn Ads, Twitter Ads, TIkTok Ads, por exemplo), outros buscadores (Bing Ads) e outros diversos canais.

A seguir, listamos quais são as principais mídias que você pode incluir nas suas campanhas de marketing de performance:

  • Links patrocinados em buscadores;
  • Google Shopping;
  • YouTube;
  • Mídia display em sites, blogs e portais;
  • Redes sociais (Facebook, Instagram, LinkedIn, Pinterest, Twitter, TikTok).

 

Exemplos de anúncios do Google Ads na página de resultados da busca

Quais são os principais indicadores do marketing de performance?

Se o marketing de performance é baseado em dados, quais são os principais indicadores que você deve cuidar?

Bom, essa definição de KPIs deve ser feita de olho nos objetivos do seu negócio, já que eles indicam se você está no caminho certo para atingi-los. Mas existem algumas métricas de performance que merecem atenção. Vamos ver quais são:

ROI (Retorno sobre Investimento)

O ROI indica qual foi o retorno financeiro para cada real investido em uma estratégia de marketing. Esse indicador é essencial para saber se os investimentos estão valendo a pena ou se estão gerando prejuízos para o caixa da empresa.

Taxa de conversão

A taxa de conversão mede quantas pessoas realizaram a ação desejada entre todas as pessoas que viram o anúncio. É um dos indicadores de sucesso porque mostra se o anúncio foi eficaz em fazer o público clicar, comprar, preencher um formulário ou realizar outra ação definida como conversão.

Também pode ajudar a identificar oportunidades de otimização nos anúncios, como em títulos e imagens, que influenciam nas conversões.

Leads ou vendas

Gerar leads e vendas é, muitas vezes, o objetivo de uma campanha de marketing de performance. Por isso, o número absoluto de pessoas que compraram ou se cadastraram para receber mais informações é um indicador essencial de desempenho da campanha.

Receita gerada

A receita gerada mostra quanto dinheiro, em números absolutos, a campanha foi capaz de trazer para a empresa. É uma das formas de mostrar o impacto do marketing de performance no caixa da empresa.

CAC (Custo de Aquisição de Clientes)

O Custo de Aquisição de Clientes mede quanto dinheiro, em média, a empresa precisa investir para conquistar cada cliente. Esses investimentos incluem mídia, salários, ferramentas e outros custos diretamente relacionados à atração e à conversão de clientes.

Ticket médio

O ticket médio mostra a média de quanto cada cliente gasta com a empresa. Em comparação com o CAC, é possível saber se a empresa gasta mais com a aquisição do que recebe com cada cliente.

CPC e CPM

CPC (Custo por Clique) e CPM (Custo por Mil Impressões) indicam quanto a empresa está pagando a cada vez que um usuário clica no anúncio ou a cada mil vezes que a publicidade é exibida, respectivamente.

São indicadores essenciais para monitorar os custos e saber quais anúncios estão tendo melhor performance, já que anúncios com bom desempenho tendem a ter CPC e CPM mais baixos.

Como implementar o marketing de performance?

Então, quais são as dicas para implementar o marketing de performance? Vamos ver agora como fazer isso para ter melhores resultados:

Tenha um bom planejamento

Toda estratégia de marketing precisa de planejamento. Então, trace o planejamento do marketing de performance, com os objetivos que você deseja alcançar, alinhados aos objetivos estratégicos da empresa. Defina metas, prazos e indicadores, além dos responsáveis por cada tarefa, para organizar o plano de ação.

Defina os KPIs da estratégia

Dentro do planejamento do marketing de performance, é importante definir os indicadores-chave de sucesso. São aquelas métricas que dizem se a estratégia está no caminho certo e se, ao final, atingiu as metas do planejamento. É importante que esses KPIs representem resultados efetivos para a empresa, como ROI, receita e taxa de conversão.

Entenda o momento da jornada do consumidor

Na hora de escolher os canais e as abordagens do marketing de performance, é importante entender em que momento da jornada de compra está o consumidor. No início da jornada, você pode investir em anúncios que apresentam a sua marca e estimulam a necessidade de compra. Já no fim da jornada, pode focar na venda, em descontos e ofertas, que incentivam logo a compra.

Explore as opções de segmentação do público

As plataformas de publicidade oferecem opções avançadas de segmentação do público-alvo. Então, aproveite esse “poder de mira” para ganhar precisão na estratégia.

 No Facebook Ads, por exemplo, você pode segmentar por interesses, momento de vida, cargo, status de relacionamento, entre outros. Já em links patrocinados, a seleção de palavras-chave segmenta quem vai ver seus anúncios.

Defina um orçamento adequado

As plataformas de anúncios online permitem que você escolha o orçamento que quer investir. Mas é preciso analisar quanto é necessário investir para ter bons resultados.

Devido à concorrência, o custo por clique de alguns anúncios pode ser elevado, o que exige maiores investimentos. Mas nada impede que você ajuste o orçamento ao longo de uma campanha, ok? Aproveite também essa autonomia.

Mantenha o foco na conversão

Para ter bons resultados no marketing de performance, é preciso ter foco na conversão. Na criação do anúncio, na definição do título, na chamada para ação, na landing page — tudo isso precisa focar na ação que você deseja que o usuário realize. Não distraia a atenção do consumidor com informações e chamadas desnecessárias.

Acompanhe as métricas para otimizar as campanhas

Por fim, fique sempre de olho nas métricas. Quem trabalha com performance está sempre buscando oportunidades de otimização da conversão, que tragam melhorias contínuas nos resultados. Além de otimizar as campanhas atuais, os indicadores servem para planejar melhores estratégias no futuro.

Você já deve ter percebido como o marketing de performance é focado em resultados, não é? Por meio dos dados, é possível criar campanhas mais focadas e precisas, além de otimizá-las para ter mais retorno. Dessa forma, os investimentos valem muito mais a pena.

Agora, se você quer isso também, conte com uma agência de performance como parceira para o seu negócio. Aqui na Calina, nos dedicamos a criar estratégias de marketing digital que tragam os melhores resultados para os nossos clientes, com uma equipe especializada e as ferramentas ideais.

Entre em contato conosco para saber como podemos ajudar a sua empresa!


Sobre o autor

Juliana Castilho de Paiva Juliana Castilho de Paiva

Canceriana, 25 anos, natural de São Paulo e engenheira, com um pezinho no marketing. Apaixonada por comunicação, por números e por livros. Tem o objetivo de dar a volta ao mundo.


Artigos Relacionados
× Se interessou pelo conteúdo? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar seu negócio
Fale conosco