Blog

Marketing de relacionamento: o que fazer para fidelizar seus clientes

Marketing Negócios
Marketing de Relacionamento

Em um cenário competitivo como é o mercado atual e em um mundo em que os consumidores recebem tantos estímulos de marcas, como as empresas podem se destacar? Atualmente, trabalhar com a publicidade tradicional não é suficiente. Os consumidores não querem mais ver a sua empresa falando que é boa nisso ou naquilo — eles querem interagir com a sua marca e saber se podem confiar nela. Por isso o Marketing de Relacionamento é tão importante.

Com ele, você estimula a criação de um relacionamento positivo com clientes atuais e potenciais para eles se manterem sempre por perto da sua empresa e ainda indicarem para seus amigos.

Quer saber melhor como funciona essa estratégia, qual é a sua importância e como usá-la na sua empresa? Então acompanhe agora este artigo sobre Marketing de Relacionamento:

O que é Marketing de Relacionamento?

Marketing de Relacionamento é o conjunto de estratégias para se aproximar dos consumidores e manter um relacionamento positivo com eles.

Mas para que isso serve, se o que as empresas precisam é vender? Como falamos há pouco, hoje os consumidores exigem outra abordagem das marcas, não tão focada diretamente na venda e sim em mostrar o seu valor. Por isso, antes de querer vender, as marcas precisam conquistar a confiança do consumidor. Isso se faz com a criação de um relacionamento positivo e contínuo com o público.

Portanto, não estamos falando exatamente de estratégias de vendas. Antes disso, o Marketing de Relacionamento trata de atração e fidelização de clientes e de fortalecimento da marca. Com isso, é possível gerar mais oportunidades de negócio para a sua empresa.

Para que serve o Marketing de Relacionamento?

O objetivo do Marketing de Relacionamento não é simplesmente trazer clientes para a empresa. Embora seja possível captar clientes com essa estratégia, a palavra-chave é a fidelização.

Com as ações do Marketing de Relacionamento, as marcas e os consumidores deixam de ter uma relação meramente comercial. O relacionamento se torna mais próximo e afetivo. Assim, os laços ficam mais fortes e o cliente se torna fiel.

fidelização do cliente, por sua vez, tende a aumentar as possibilidades de recompra e de aquisição de outras soluções da empresa, já que ele tem menos chances de ir para a concorrência. Para ele, é mais vantajoso comprar de quem já confia do que ter que arriscar com outra marca.

Mas a fidelização tem um poder ainda maior do que simplesmente fazer o cliente voltar a comprar. Ele tende a se tornar um fã, o que o leva a recomendar a marca para a sua rede de contatos, deixar depoimentos positivos e falar bem dela nas redes sociais.

Assim, o Marketing de Relacionamento se torna também uma arma de divulgação da empresa por meio do famoso boca-a-boca — que, com a internet, tem poder de alcançar muito mais pessoas.

Então, quanto mais pessoas se aproximarem da sua marca e conhecerem o seu valor, mais chances de vender você terá. Percebe como o foco não é a venda, mas o resultado final é o fechamento de novos negócios para a sua empresa?

Como aplicar o Marketing de Relacionamento na sua empresa?

Para que os clientes gostem da sua marca, queiram ficar por perto e ainda recomendá-la a amigos, eles precisam ter uma boa experiência com a sua empresa.

Isso significa não só um bom atendimento na sua loja, por exemplo. Em qualquer ponto de contato — como nas redes sociais, no seu site, por e-mail ou dentro do seu estabelecimento —, ele precisa perceber o seu valor.

Como, então, oferecer uma boa experiência aos seus clientes para criar um relacionamento positivo com eles? Veja agora algumas boas práticas de Marketing de Relacionamento:

Conheça o seu consumidor

A base de um relacionamento é conhecer um ao outro. E você, será que já conhece bem o seu cliente? Se ainda não, é hora de fazer um estudo sobre o seu público e definir uma persona para as suas estratégias.

A persona é uma descrição fictícia de um cliente ideal da sua empresa, baseada em dados reais. É para se relacionar com essa pessoa que você vai criar as estratégias, produzir os conteúdos digitais, adotar a linguagem adequada e escolher os canais certos.

Utilize um sistema de CRM

CRM significa Customer Relationship Management (Gestão do Relacionamento com Cliente). Para realizar essa gestão, as empresas podem utilizar um software de CRM, que concentra todos os dados e o histórico de interações de cada cliente com a marca.

É possível fazer isso utilizando planilhas e anotações? Sim. Porém, o sistema é capaz de automatizar ações, escalar o relacionamento do cliente e facilitar a vida da equipe. Assim, o relacionamento com cliente ganha muito em qualidade.

Personalize a comunicação

A segmentação de público-alvo se tornou uma prática comum no marketing, com o objetivo de atingir apenas as pessoas que interessam ao seu negócio.

Porém, hoje o marketing one-to-one tem ainda mais força, pois não basta criar estratégias para o segmento — é preciso pensar em cada pessoa. Então, com a personalização, cada cliente se sente único e valorizado pela marca, o que tende a estreitar o relacionamento.

Utilize os canais de relacionamento

O marketing digital é rico em canais de relacionamento. Você pode usar as redes sociais, por exemplo, para criar conteúdos relevantes para o público e mostrar o seu valor, sem precisar ficar falando apenas de produtos e ofertas.

e-mail marketing também é essencial para criar uma comunicação direta e pessoal com o consumidor, enviando conteúdos e ofertas exclusivas para cada cliente.

Independentemente dos canais escolhidos para as estratégias de Marketing de Relacionamento, o mais importante é entender que o foco não é a sua empresa, nem os seus produtos. O foco é o consumidor: os interesses, as dúvidas e as necessidades dele. É assim que você vai conquistar a confiança dele, que é sempre a base de um relacionamento.

Gostou de saber mais sobre o Marketing de Relacionamento? Quer tirar alguma dúvida para começar a aplicar na sua empresa? Deixe seu comentário!


Artigos Relacionados

Sobre o autor

Daniel Palis Daniel Palis

Possui formação em Ciência da Computação pela USP, Publicidade & Propaganda pela UFG, além de um MBA em Marketing Digital (ESPM/SP). Trabalhou por mais de 3 anos na SKY, empresa de TV por assinatura, fazendo parte da equipe de Marketing.


× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!

Fale Conosco