Calina

Artigos

Estratégias de marketing para e-commerces na Black Friday

aprox. 16 min / Black Friday E-commerce marketing digital

A Black Friday é uma das datas mais aguardadas no calendário de compras. Os varejistas oferecem boas promoções e muitos consumidores recebem o 13º salário. Além disso, por ser próxima do Natal (a Black Friday acontece na última sexta-feira de novembro), muitas pessoas aproveitam para comprar produtos de maior valor e presentear a família e amigos. De fato, as condições são favoráveis para um volume massivo de vendas.

E as expectativas para a Black Friday de 2020 são as melhores possíveis, principalmente no que se refere ao e-commerce. Devido a pandemia do novo coronavírus, a migração do consumo brasileiro para o digital foi acelerada: houve um aumento de 112% nos pedidos online no segundo trimestre desse ano em comparação com 2019. Além disso, o faturamento do e-commerce cresceu em 104% no mesmo período e a participação de novos consumidores é de 24,2% sobre o total de vendas.

 

Uma boa estratégia de marketing pode ajudar e-commerces a aumentar as vendas na Black Friday.

Os números só comprovam a tese de que se a sua empresa ainda não está presente no digital, ela dificilmente vai conseguir se beneficiar desses novos hábitos adotados pelos consumidores; hábitos que precedem a pandemia, mas que foram acelerados e ampliados por ela. Entretanto, não basta estar presente, é preciso ter o que chamamos de maturidade digital

A maturidade digital é o estágio em que uma empresa está totalmente adaptada às novas tendências tecnológicas e consegue utilizar a tecnologia para proporcionar experiências únicas e personalizadas, de acordo com a individualidade de seus clientes, independente do canal.

 

 

Com o objetivo de ajudar seu e-commerce a alcançar grandes resultados nesta Black Friday, separamos dicas para você construir uma estratégia de marketing eficiente, passo fundamental para alcançar a maturidade digital:

 

Faça uma pré-campanha

Não é indicado que você comece a divulgação das suas ofertas e produtos muito próximo da Black Friday. Muitas marcas estarão disparando uma grande quantidade de anúncios nessa época, o que significa que será mais difícil conseguir a atenção do público.

Além disso, ao começar sua campanha alguns meses antes, você cria um tipo de ansiedade e suspense no público, que se lembrará da sua marca quando chegar o grande dia. Outra vantagem é que você consegue estudar e conhecer o mercado: que tipos de oferta estão trazendo mais resultados? Que tipos de anúncios trazem mais engajamento?

Outro ponto é que, ao fazer uma pré-campanha, é possível captar leads com antecedência. Com essa lista de contatos na base de sua empresa, você consegue fazer Email Marketing e enviar conteúdo personalizado para um público segmentado.

Para mais dicas de como preparar seu negócio no período pré-Black Friday, confira nosso artigo “Dois meses para a Black Friday: sua marca está preparada?

 


Certifique-se que seu site suporta o volume de visitas

Uma das coisas mais frustrantes na experiência de um consumidor é entrar em um site para comprar um produto e não conseguir navegar devido a demora no carregamento. Esse problema acontece pois muitos servidores não suportam o tráfego maior que é característico em datas como a Black Friday. E é exatamente isso que você deve evitar.

Converse com o suporte da plataforma responsável por hospedar sua loja virtual e certifique-se de que você não terá problemas ao receber um alto volume de acessos. Não se esqueça de checar, também, com as plataformas responsáveis pelo seu meio de pagamento.

Além disso, a experiência mobile é fundamental. De acordo com uma pesquisa realizada em 2019 pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), sete em cada dez consumidores utilizam smartphone para compras online. Por isso, certifique-se que seu site ou loja virtual têm um bom desempenho em dispositivos móveis também, como smartphones e tablets.

 

Utilize as redes sociais a seu favor

As redes sociais são uma ótima forma de estreitar o relacionamento com o seu público. E, acredite, isso é fundamental para obter sucesso com as vendas. Por isso, lembre-se que as redes sociais da sua marca não são um catálogo, e sim um espaço para colocar conteúdo que seja relevante ao seu público e interagir com ele.

Dessa forma, crie um calendário de postagens que siga a proporção 80/20: 80% do conteúdo deve ser relevante ao seu público ideal e apenas 20% das postagens devem ser relacionadas aos produtos que você oferece.

Outra dica é caprichar na identidade visual: as cores, tipografia e símbolos utilizados nas artes devem representar a sua marca e, principalmente, estarem alinhadas com seu propósito: uma marca que deseja passar a sensação de acolhimento certamente utiliza uma identidade diferente de marcas que desejam inspirar o espírito aventureiro do público.

Durante sua campanha de Black Friday, é válido inserir na identidade visual elementos que se relacionem à data, como a cor preta e a hashtag #BlackFriday. Assim, os consumidores vão relacionar seu conteúdo à data e saberão que se trata de uma promoção especial, por exemplo.

 

Baixe nossa checklist de Black Friday e confira quais tópicos são fundamentais na hora de planejar uma estratégia de marketing para a data:

 

 

Acompanhe as métricas 

Para saber se sua estratégia está gerando os resultados desejados, é necessário acompanhar algumas métricas. Essas métricas são baseadas em informações encontradas nas próprias plataformas digitais ou em ferramentas como o Google Analytics e nos permitem saber se o tráfego do site está crescendo, se sua base de leads está aumentando ou o quanto você está gastando para trazer cada cliente, por exemplo.

Com as informações que as métricas fornecem, é possível saber onde você está acertando e onde está errando para que, assim, você possa redesenhar a estratégia e corrigir pontos que precisam de mais atenção.

Aqui vão algumas métricas que não podem passar despercebidas durante a campanha:

  • Tráfego do seu site ou e-commerce
  • Alcance das publicações nas redes sociais
  • Alcance das mídias pagas
  • Taxa de conversão
  • CAC (Custo por Aquisição de Clientes)
  • ROI (Retorno Sobre o Investimento)

 

Invista em mídias pagas

É na internet que as pessoas procuram quando desejam saber algo sobre algum produto. Se sua empresa aparecer no topo das buscas do Google, as chances dos usuários entrarem no seu site e conhecerem seus produtos é maior. Por isso, em épocas onde a procura é muito grande, como na Black Friday, uma estratégia eficiente é pagar para aparecer no topo das buscas.

Há muitas formas de fazer publicidade paga na internet: anúncios no Facebook, links patrocinados, banners, conteúdos patrocinados em blogs, chamadas em vídeo no YouTube, etc. Além de aumentar a visibilidade da sua marca, as mídias pagas atraem tráfego para o seu domínio, já que todo anúncio é clicável.

A vantagem das mídias pagas sobre as mídias tradicionais é que elas trazem resultados a curto prazo. Outro fator muito importante é que é possível segmentar o público que você quer que veja seu anúncio, isto é, determinar uma localização, sexo, idade, gênero, interesses e até poder aquisitivo específico.

 

Faça remarketing

Remarketing é uma estratégia voltada para impactar pessoas que já estiveram no seu domínio antes, mas que não chegaram a finalizar uma compra. Um exemplo disso é quando você entra no site de uma loja de biquínis e, depois disso, começam a aparecer inúmeros anúncios de biquíni daquela mesma marca nas suas redes sociais.

Essa estratégia é importante pois ela é voltada para pessoas que claramente demonstram interesse pelo produto que você oferece e, principalmente, que chegaram a conhecer sua marca. É bem diferente de fazer conteúdo para pessoas que nem sequer sabem que sua marca existe.

 

Para aprender como elaborar uma campanha de remarketing, confira nosso texto sobre Remarketing: como usar em sua estratégia de vendas.

 

Com uma estratégia de marketing bem elaborada e um acompanhamento constante das métricas, sua empresa já está um passo mais próxima da maturidade digital. Invista nas dicas que você aprendeu com esse post e comprove os resultados!


Sobre o autor

Fernanda Lujan Garcia Fernanda Lujan Garcia

Fernanda trabalha na parte de Conteúdo Interno na Calina. Jornalista em formação pela Unesp, é apaixonada por comunicação.


Artigos Relacionados
× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!