Calina

Artigos

Conheça as vantagens do networking marketing

aprox. 9 min / Marketing Negócios Vendas

importancia do networking marketing

Em busca de uma rotina mais flexível, muitas pessoas buscam formas de trabalho que proporcionem autonomia e ganhos significativos. Por isso, é comum que elas encontrem uma solução no networking marketing, também conhecido como marketing de rede ou multinível.

Mesmo que você ainda não conheça essa expressão, certamente já conhece empresas que o utilizam. Avon, Mary Kay, Amway e Herbalife são alguns exemplos de negócios que cresceram usando o modelo do networking marketing, que se baseia em recomendações pessoais para construir uma rede de revendedores e promover os produtos ou serviços de uma empresa.

Quer saber como funciona esse modelo e se a sua empresa pode se beneficiar dele? Então, acompanhe agora para entender:

O que é networking marketing?

O networking marketing é um modelo de vendas diretas baseado na construção de uma rede de revendedores e clientes. É por isso que recebe este nome, que significa “marketing de rede”. O modelo funciona assim: o networker é recompensado pela empresa em função dos produtos que vende, mas também do número de novos revendedores que atrai para a rede.

Dessa forma, além das vendas diretas, ele também recebe uma participação sobre as vendas desses revendedores (que estarão em um nível abaixo) e, possivelmente, também sobre as vendas dos integrantes recrutados por eles (que estarão em outros níveis). Isso gera uma remuneração direta pelas vendas, mas também uma receita residual pela construção da rede.

Perceba como, nesta estrutura, podem existir vários níveis de revendedores ― por isso o nome de “marketing multinível”. Em geral, as empresas limitam o número de níveis que cada revendedor pode multiplicar, para incentivar que o foco dos seus ganhos sejam as vendas, e não apenas, o recrutamento. Essa é uma das formas de se diferenciar das pirâmides financeiras, como veremos a seguir.

Para potencializar as vendas e os convites de novos integrantes, as empresas costumam oferecer incentivos aos revendedores. É comum que os líderes que se destacam na geração de receitas recebam premiações, oferecidas pelas empresas como recompensa. Na Mary Kay, por exemplo, ostentar um carro rosa é a grande meta dos revendedores da marca.

Vantagens do networking marketing

A publicidade tradicional está sendo questionada, pois cada vez mais as pessoas desconfiam de que as empresas que prometem resultados nos seus anúncios, não entreguem o produto prometido na negociação. Isso justifica porquê os consumidores tendem a confiar mais no que outras pessoas falam sobre sua experiência com as empresas.

É nesse sentido que o seu negócio tende a ganhar vantagem com o networking marketing. Afinal, ele se baseia no relacionamento entre pessoas ― o networker, a sua rede e os clientes.

Essa é uma forma de aumentar a confiança nos seus produtos, já que são pessoas que recomendam a compra ou a entrada na rede. Mas também é uma maneira de ampliar a distribuição geográfica dos seus produtos ou serviços: você atinge um público consumidor maior por meio da rede de networkers.

vantagens do netwoking marketing
O networking marketing tem como uma das principais vantagens, te levar para perto de pessoas que se ado outro lado do mundo.

Para eles, também existem muitas vantagens em participar desse modelo de negócio, como:

  • Autonomia;
  • Horário de trabalho flexível;
  • Possibilidade de complementar a renda;
  • Treinamentos e suporte;
  • Incentivos e bônus.

Além disso, os clientes do seu negócio também podem perceber vantagens ao receber um atendimento pessoalizado de cada um dos networkers. Isso se torna um diferencial na venda, já que os clientes confiam mais e se sentem valorizados quando recebem uma atenção especial.

Cuidados com a reputação da sua empresa

Não são poucas as pessoas que confundem o marketing multinível, que é idôneo, com as pirâmides financeiras, que são ilegais.

As pirâmides consistem em esquemas irregulares e insustentáveis de captação de recursos dos integrantes. Em geral, elas se caracterizam por não haver um produto para venda direta ― a remuneração se baseia simplesmente na captação de novos integrantes para a rede, que pagam um “investimento inicial” para aderir à estrutura.

Muitas vezes, pode existir algum produto, mas ele serve apenas para mascarar os verdadeiros objetivos do sistema.

O problema é que, com a velocidade de expansão da rede, a pirâmide construída se torna insuficiente para pagar todos os compromissos. Assim, o esquema desmorona, prejudicando principalmente os novos integrantes, que não terão tempo para recuperar o “investimento”.

Por esse motivo, se você pensa em adotar o networking marketing, é importante deixar claro como funciona o seu negócio e quais são os produtos que os networkers vão revender. Isso vale para os clientes e integrantes da rede, mas também para as autoridades. Dessa forma, fica evidente que você não tem intenções escusas, e a reputação da sua empresa fica preservada.

O networking marketing deve ser adotado dentro das normas legais, que você deve conhecer antes de adotar a estratégia. Se ela for bem executada, você ganha capilaridade nos canais de distribuição dos seus produtos, além de despertar a confiança dos consumidores por meio dos networkers.

Agora que você já sabe como funciona o networking marketing, entenda também como melhorar a força de vendas da sua empresa.

 


Sobre o autor

Daniel Palis Daniel Palis

Possui formação em Ciência da Computação pela USP, Publicidade & Propaganda pela UFG, além de um MBA em Marketing Digital (ESPM/SP). Trabalhou por mais de 3 anos na SKY, empresa de TV por assinatura, fazendo parte da equipe de Marketing.


Artigos Relacionados
× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!