Calina

Artigos

O que é ERP e para que serve? Quais as vantagens?

aprox. 9 min / Negócios Produtividade e Estilo de Vida

Resultado de imagem para erp

,

Você já ouviu falar em sistema ERP? Sabe o que é ERP e para que serve? Nós te explicamos nesse post!

Controlar estoque, gerenciar pessoas, atender os clientes, administrar as finanças, cuidar das operações de marketing, analisar o desempenho: um empresáriotem que dar conta de muitas atividades. Seria tão mais fácil se existisse uma ferramenta para ajudar nisso, né?

Se você também pensa assim, nós temos uma boa notícia: ela já existe! Esse é o papel do sistema ERP, que ajuda as empresas a gerenciarem todas as suas operações de maneira centralizada e automatizada.

Acompanhe este post para saber o que é ERP, para que serve e quais são as vantagens e desvantagens em implementá-lo.

O que é ERP?

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos da Empresa. Na prática, ERP é o nome dado aos softwares de gestão empresarialque centralizam as informações sobre as operações de uma empresa.

A intenção é facilitar a gestão de processos. Para isso, o sistema integra uma grande complexidade de atividades, para dar conta de todas as áreas. Geralmente, a plataforma agrega os seguintes módulos:

  • Financeiro;
  • Compras;
  • Recursos Humanos;
  • Marketing;
  • Produção;
  • Vendas;
  • Logística;
  • Entre outros.

Dentro de cada módulo, existem diversas funcionalidades. Por exemplo: no Financeiro há contas a pagar, contas a receber, orçamentos etc. Esse módulo pode estar integrado a Compras, por exemplo, que já lança os custos no sistema e informa a equipe de finanças.

Para que serve o ERP?

A implantação de um sistema ERP tem como objetivo aumentar a eficiência administrativa. Ao centralizar os processos, ele melhora o fluxo de informações entre os colaboradores e entre as áreas da empresa, para que todos atuem de forma integrada.

Para os gestores, o ERP permite que eles tenham uma visão integral do negócio, mas também acessem dados detalhados de cada área. Dessa forma, a tomada de decisões operacionais e estratégicas se torna muito mais eficiente.

Quais são as vantagens do ERP?

Já entendeu o que é ERP e para que ele serve? Agora, nós vamos detalhar as vantagens dessa ferramenta para a sua empresa.

Padronização de processos

Sem um sistema, cada um faz as coisas do seu jeito, o que torna a comunicação entre as áreas mais difícil. E, quando um colaborador sai, aquele processo individual se perde. Já a plataforma ERP consegue padronizar os processos, melhorando a integração da empresa e o fluxo de informações.

Aumento da produtividade

O sistema ERP substitui muitas atividades manuais pela automatização. Dessa forma, em vez do caderninho ou das planilhas de Excel, tudo acontece na plataforma, que dá agilidade para a equipe e permite que os colaboradores dediquem seu tempo a outras atividades.

Redução de custos operacionais

A automatização também conduz à redução de erros, já que a tecnologia ajuda a evitar as falhas humanas. Assim, evitam-se desperdícios, retrabalhos e lentidão, e isso significa menos custos para a empresa.

Transparência e confiabilidade da informação

O ERP centraliza os processos da empresa. Tudo é registrado e pode ser conferido em tempo real na plataforma. Então, não há mais ruídos na comunicação, já que a fonte de informações é única e confiável.

Alinhamento entre a equipe

Se todas as informações são transparentes e confiáveis, a equipe fica alinhada para desenvolver suas atividades com mais inteligência. Por exemplo, o pessoal de Marketing pode saber, dentro do sistema ERP, quais produtos estão encalhados para criar uma promoção.

Indicadores de performance

Os sistemas ERP trazem métricas e relatórios de desempenho para cada área e para o negócio em geral. Assim, os gestores conseguem acompanhar o que está bem ou não, otimizar os investimentos e melhorar os resultados.

E quais são as desvantagens do ERP?

Como você já percebeu depois de saber o que é ERP, o sistema ERP certamente traz um retorno positivo para a empresa. Porém, podem existir algumas desvantagens ao adotá-lo. Então, conheça agora alguns pontos que merecem cuidado:

Investimentos

Para implantar uma plataforma ERP, a empresa precisa mexer no bolso. Podem existir custos de aquisição da ferramenta, mensalidade, contratação de pessoal especializado, treinamento da equipe para usá-lo, entre outros. O ponto positivo é que atualmente existem diversas opções de softwares para empresas de diferentes portes.

Migração

Agora que você já sabe o que é ERP, imagine migrar todas as informações de sistemas descentralizados e despadronizados para dentro de um único software. Isso dá trabalho, leva tempo, gera custos e pode ocasionar algumas falhas. Portanto, é preciso também avaliar o esforço necessário para fazer esse processo.

Curva de aprendizado

A equipe precisa de tempo para aprender o que é ERP, utilizar um desses sistemas e adotar um novo processo. Então, a curva de aprendizado costuma ser longa, o que pode prejudicar a eficiência durante a migração. Porém, depois de assimilar as mudanças, a tendência é otimizar os processos no negócio.

Você pode pensar que um sistema desses só é necessário para empresas de grande porte, com várias áreas. Porém, pequenas empresas, mesmo que sejam mais enxutas, também têm dificuldades de gestão, comunicação e integração. Então, o ERP pode ser adotado por qualquer negócio — é só escolher a solução certa para o seu tamanho.

Então, entendeu o que é ERP? Se você ficou com alguma dúvida ou quer relatar sua experiência com plataformas ERP, deixe um comentário logo abaixo para conversarmos mais sobre o assunto!


Sobre o autor

Daniel Palis Daniel Palis

Possui formação em Ciência da Computação pela USP, Publicidade & Propaganda pela UFG, além de um MBA em Marketing Digital (ESPM/SP). Trabalhou por mais de 3 anos na SKY, empresa de TV por assinatura, fazendo parte da equipe de Marketing.


Artigos Relacionados
× Baixe agora nosso e-book sobre 10 dicas de marketing digital para sua empresa
Quero o e-book!